segunda-feira, 21 de agosto de 2017

O consumo infantil e o livro O Menino Enrolado!!!


Devo dizer que é um bom livro pra se ter na estante, nesses nossos tempos modernos de tanta propaganda, sem restrição nenhuma, voltada  ao público infantil. O Livro O Menino Enrolado é pra mim, antes de tudo, também uma forma de educar a nós pais. Sim, pois o suprir angústia com objetos e satisfações imediatas, parte de nós mesmos, enquanto educadores de nossos pequenos. Parece que dizer não, soa hoje em dia, como um tapa ou uma ofensa absoluta, e diante de um choro, fugir do conflito e dizer sim, torna-se o caminho mais fácil, mais tranquilo. Também o presente, o brinquedo, aparece muitas vezes de forma inconsciente pra suprir nossas ausências pelo trabalho ou viagens. Não estou condenando atitudes aqui, pois também observo meu comportamento de perto sobre o quanto estímulo o consumo. Além do mais, quanto mais os pequenos crescem, novas estratégias surgem para ganhar aquele último lançamento. Aqui em casa estou as voltas com uma tal de LOL surprise. Esse livro tá tipo chegando urgeeeente pra minha estante. Parabéns a Paula Piano Simões pelo belo conto e seu fim inusitado, até agora não sei bem se esse foi um sonho do nosso herói em se enrolar todo com o próprio braço... Ah, e as ilustrações de Ana Verana uma lindeza! O livro é da editora baiana Caramurê.

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

O que aconteceu no lançamento do livro As Fadas Borboletas e o Campo de Flores!

Se alguém tivesse me contado que há três anos atrás quando comecei a escrever esse blog que em agosto de 2017 estaria lançando livro, não sei se acreditaria.
Pois bem aqui estamos nós neste mês de agosto fazendo exatamente isso, um mês mágico, inesquecível com o lançamento do nosso livro As Fadas Borboletas e o Campo de Flores com ilustração de Yuri Ferraz, essa história começou a ser contada por mim pra Malu ainda na barriga e claro que ao longo do tempo foi modificada, ganhando cenas engraçadas, mas mantendo o objetivo inicial.





A história conta a aventura de três fadas borboletas: Rosinha, Azulzinha e Verdinha que recebem um pedido de ajuda de Tia Gertrudes que está com suas borboletas presas por causa de uma inundação e não tem como polinizar sozinha o campo de flores, conflito que pra ser resolvido vai depender da ajuda de vários outros seres. Esse conto tem o desejo de passar a nossa filha e a todas as crianças que a ouvirem ou lerem, o sentido de solidariedade, colaboração, amizade e da importância da natureza para o sustento da vida. E foi lindo presenciar nesse mês uma rede de amigos apoiando, divulgando e postando impressões sobre o livro. Tivemos o convite maravilhoso da Escola Arco-Íris que fez sua segunda Festa Literária - FLAI e nos deu toda a acolhida, passamos um dia antes do evento fazendo contação da história pra turminhas desde o G 05 até o G 10. Ficamos imensamente felizes pela recepção e cuidado da diretoria, Luciana e Adriana, coordenação pedagógica Tânia, Valquíria e Mônica, equipe organizadora, professores e funcionários da escola. Ainda durante a feira tive a oportunidade de conhecer dois autores que admiro muito Paula Piano Simões, baiana e que estava com seu último lançamento O Menino Enrolado( depois vou falar mais desse livro) a historia foi contada durante a FLAI por Regina Campana.





O outro autor foi Fernando Villela autor e ilustrador  de vários livros entre eles Lampião e Lancelote que é um dos livros mais premiados da literatura infantil brasileira. Maluzinha escolheu dele outro livro pra levar pra casa o que conta com a ilustração de Fernando Vilela, mas de autoria de Ilan Brenman.


Lindo demais ver uma escola preocupada e desenvolvendo ações com essa força de incentivo a formação de novos leitores, certamente fará diferença no futuro destes pequenos.


Isso tudo ocorreu entre o dia 01 a 03 de agosto e dia 05 de agosto lançamos o livro também na loja Pelo Mania no Pelourinho as 16 horas e com muito carinho, música e história, recebemos amigos e comunidade. Alegria e muita emoção. Tivemos durante todos os dois processos intensa colaboração de amigos, parentes, funcionários pra que tudo ocorresse e fluísse com muita leveza. 




Foram muitos registros que irei postando aos poucos durante o mês, quem desejar também pode mandar as fotos que fiz com as crianças durante os autógrafos e se autorizar, publico por aqui ou no instagram. Um beijo literário.

segunda-feira, 3 de julho de 2017

Branca de Neve e a Madrasta Má O ajuste de contas

Passei um fim de semana bem inusitado! 😆Mês passado fui convidada para interpretar um texto de Antonio Aruanda na Instituição Khalil Gibran no Evento de variedades que acontece la todo ano no inicio do inverno. O texto um reconto de Branca de Neves me instigou muito por ser um Acerto de contas entre os dois personagens. O que aconteceria se num futuro os dois personagens se encontrassem, a Branca de Neve já Rainha e a Madrasta Má então coma idosa e mendiga e se ocorre-se, por parte da Madrasta, a compreensão de suas maldades e um pedido de perdão? Como reagiria  a Branca de Neve? No texto Aruanda mostra que tanto Branca de Neve quanto a Madrasta  Má possuem luz e sombras, o bem e o mal, uma espelho da outra e num diálogo nervoso reconhecem que são iguais ocorrendo o perdão. Texto lindo e emocionante! Quem sabe no futuro ele seja disponibilizado como livros para adultos, fica a sugestão. Cresci um pouco mais com esse texto. Grata Antonio Aruanda e Maria Cisete pelo convite.


Como não lembrar de outros autores que buscam recontar os clássicos contos de fadas e dar roupagens inusitadas e por vezes divertidas a eles, procurando desconstruir arquétipos como o da princesinha indefesa e da mulher mais velha sempre perversa que procura destruir a mais jovem ou simplesmente misturando as historias e introduzindo outros elementos. Entre eles Sheilla Alves com os livros O lobo, os Três Pilantrinhas e a Boba da Chapeuzinho e o Gato de Sapatinhos Vermelhos, ambos pela editora Biruta.







domingo, 16 de abril de 2017

Contando historias com poesia...






Pura alegria e sentimento de completude nos invandiu  durante a contação de história. Maravilhoso poder partilhar o conto O Pássaro e a Vila Cinza e espalhar sementes de cor e imaginação junto com @yuriferrazart e @bispobrasil. Grata a @livreslivros por ter nos acolhido em seu espaço e apoio. Sigamos no incentivo a leitura. #contandohistoriascompoesia  #contacaodehistorias  #arte  #infancia  #literaturaoral  #literaturabaiana  #origami  #livreslivros  #musicainfantil  #musicapopular 

Poeminhas







Cumprindo a promessa... "Mamãe você faz um poema e um desenho e manda pra mim?" Hoje foi o pedido que ouvi de minha pequena. E como resistir a um desejo desses? Aproveitei um intervalo nas tarefas e aqui está, pronto desenho e poema com todo o amor do mundo!😍😍😍😍 #poemasmatinais  #maeeisso  #contandohistoriascompoesia  #poema 

domingo, 8 de janeiro de 2017

Novidade chegando!

Gosto de me permitir experimentar todas as minhas potencialidades e assim sigo, hoje sem maiores cobranças. Entre tantas artes sempre gostei de desenhar, e de quando em vez, aqui no blog, faço uma poesia e alguns rabiscos, sem maiores pretensões em me tornar ilustradora, mas por hobbie mesmo. Já a escrita, a cada dia, ocupa um espaço de paixão intensa e um caminho sem volta, pois quero seguir por ele, enquanto por aqui estiver.
Minhas histórias começam a ganhar vida pelas hábeis mãos de Yuri Ferraz, artista plástico já premiado nacionalmente, isso me deixa claro imensamente feliz, poder ver meus contos infantis e poemas ilustrados com todo o cuidado não tem preço! Aqui dos trabalhos de Yuri Ferraz onde ele funde Orixás X Super-heróis, lindo trabalho! Estou assim super ansiosa pra que nosso trabalho em breve chegue as mãos dos pequenos e grandes leitores!

segunda-feira, 28 de novembro de 2016

Temos Arco-íris!

 Hoje olhando bem meu cantinho, nossa casa, vejo como ela é mergulhada nas cores, nas artes, no lúdico. Como é bom isso! E no meio de tanto concreto que se torna cada vez mais Salvador, infelizmente, ainda conseguimos acordar ao som de passarinhos e enxergar a natureza verde na nossa varanda. Minha família e eu nos reinventamos a fim de manter as cores, a natureza, a poesia e a arte em nossas vidas. Pensando sobre esse reinventar a vida, lembrei de um livro de Ziraldo que adquirimos há uns dois meses: Nino, O Menino de Saturno. Na história, um dia, os anéis de Saturno amanhecem sem suas cores, totalmente branco.


A Saturnino, o Nino, é dada a missão de procurar meios de devolver às cores aos anéis de seu planeta. Ele aceita a empreitada e sai em viagem interplanetária, vindo parar em nosso lindo planeta azul e fica encantado com todas as suas cores. Por aqui ele tem encontros inusitados com os nossos magos das cores e arte: Picasso, Miró, Van Gogh, Matisse, Kandinsky entre outros e também Einstein que instiga nosso pequeno herói a buscar sua imaginação e a de seus conterrâneos no intuito de devolver as cores ao seu planeta. Nosso mago das cores aqui de casa Yuri Ferraz ficou encantado com a história e também nossa pequena Malu. Que tal estimular seus magos aí em sua casa? Lá vai a indicação!

Autor: Ziraldo 
Ilustrações: Ziraldo e Paulo Vieira
Editora: Melhoramentos