segunda-feira, 25 de maio de 2015

Tarde sonhadora e divertida!

Quanto mais mergulho nos livros infantis mais apaixono, pelas histórias e pelos autores. Novos e antigos, feliz em encontrar novos pensamentos e pioneiros que decidiram trazer textos que nos fazem crescer juntos com nossos pequenos ou simplesmente deixar vir a tona lembranças de uma infância adormecida em algum canto de nossa mente. Hoje encontrei um desses livros de Cecília Meireles, Canção de Tarde no Campo, e assim me vi caminhando por uma estrada no vilarejo de Três Braços, Vale do Jequiriça, interior da Bahia, quando em vez arrancando um cacau por entre as plantações, correndo até o sitio de Dona Marciana pra tomar banho de Riacho com minhas irmãs, livre, tomando sol e chuva em muitas tardes.
As ilustrações de Ellen Pestili merecem toda a nossa atenção, beleza, delicadeza e doçura como uma tarde de infância. Editora Global.

Depois do sonho e lembranças, dei boas risadas com a maravilhosa história de um escritor de Taiwan K.T. Hao e seu elefante que deseja dormir, um macaco sábio e um livro mágico. É divertidíssima e as ilustrações do italiano Giuliano Ferri já conseguem traduzir muito bem pra crianças menores todo o enrendo, deixando o conto bem solto para que os pais dêem sua própria tradução aos acontecimentos. Acredito que de 03 a 08 anos as crianças vão aproveitar bastante, mas com as ilustrações os menores podem aproveitar também. Mas ambos os livros não dão pra deixar nas mãos dos pequenos, pois as páginas são frágeis. Fiquei me perguntando se Giuliano Ferri seria parente de Harmonia Ferri(outra mãe que busca caminhos diferentes para o filhote), Beijos literários. Ah, claro aqui segue o livro, editora FTD.


segunda-feira, 18 de maio de 2015

Leituras de Maio

Adoro tardes culturais e fuçar livraria é uma delícia. Principalmente quando o filhote está se divertindo e temos um tempo livre longo pra ler o que der na telha. Vou partilhar as minhas descobertas desse maio chuvoso.
Vou destacar dois livros esta semana.
O primeiro, Beijos Mágicos de Ana Maria Machado.
Quando peguei a capa achei as cores um tanto escuras, mas a menina lançado beijos encantadora. O livro  trouxe uma deliciosa surpresa. Ele trata através visão da menina como esta se adaptou a separação dos pais, a divisão de guarda e a introdução de novos companheiros. Delicado e divertido, narra os vários acontecimentos e como a imaginação fértil de Nina traduz os episódios . Bom pra quem está enfrentando situação semelhante, mas serve também para preparar os filhotes pra entender a separação dos pais de seus amigos. Um grande gol da escritora.

O segundo livro é de Ruth Rocha A Primavera da Lagarta,
o livro tem caráter de ciência, pois explica a transformação didática do inseto e além disso traz lições sobre tolerância, paciência, compreensão e preconceito. Vale a pena prestar atenção na posição do Camaleão, sempre levado pelas circunstâncias, mudando de opinião conforme o vento. Pronto tá aí minhas descobertas divididas com você, beijo grande.