quarta-feira, 15 de junho de 2016

O Primeiro Beijo

Chuvinha doce
Cai de mansinho
Sobre um ninho
Desalinha devagarinho
O cabelo da menina
Beija o rosto
Sorri o vento
Com a traquinagem feita
O vento corre com a chuva
Dobra a esquina da alma
Assovia o canto
No canto da cotovia
Chama à brincadeira
Nas gotas de orvalho
À menina enfim sua parceira...  Ana Paula Mira


O dia está assim, pedindo um beijo de poesia. Chuva, doce, amorosa, lembra infância, a minha. Lembra também primeiro beijo, beijo roubado. Encontrei sábado no Palacete das Artes na Taboão Feira de Impressos, um livro assim com a alma desse dia. Num início de uma delicada relação de dois adolescente uma noite, um encontro, um apagão, o despertar do primeiro beijo; muita poesia e sentimento no texto do autor angolano Ondjaki, Uma Escuridão Bonita, a ilustração é de António Jorge Gonçalves. Livro convidativo para adultos e juvenis. Pela editora Callas.